A Segurança de Dados e o E-mail Marketing são problemas nossos

No dia 14 de agosto de 2018 foi sancionada no Brasil a PLC 53 (o Projeto de Lei nº  53) sobre proteção e segurança de dados pessoais, que entrará em vigor a partir de fevereiro de 2020. O que isso tem a ver com você? Até cinquenta milhões de reais em sanções. Entenda abaixo por que são nossos os problemas do E-mail Marketing e da Segurança de Dados.

A segurança dos seus dados em bilhões

Yahoo, Uber e Facebook são apenas alguns dos nomes que somados contabilizam mais de 3,14 bilhões de usuários que tiveram seus dados pessoais roubados nos últimos 5 anos, (2013-2018) como fruto de ataques junto às falhas na segurança de dados dessas empresas.

Informações de pessoas que assim como você, confiaram a elas seus dados pessoais como pré-requisito para poderem utilizar esses serviços. O mundo acordou, ou pelo menos parte dele, e agora para pedir alguma informação a seu respeito é preciso respeitar algumas normas de proteção, como é o caso do Brasil com a PLC 53.  

Os 4 pilares da Lei Brasileira de Segurança de Dados

Segundo a lei Brasileira, coletar, armazenar, consultar e/ou vender dados pessoais será possível desde que seguidas, em linhas gerais, as regras abaixo:

  1. A Coleta de dados: além do consentimento explícito do usuário, as empresas e governos deverão ser capazes de explicar quando e como tais dados serão utilizados.
  2. O Armazenamento dos dados: as informações já registradas de usuários que proveram esses dados anteriormente, deverão passar por novo consentimento registrado, seguindo as políticas atualizadas de privacidade da PLC 53. Essa autorização pode ser coletada por e-mail.
  3. A Consulta às informações dos usuários: as pessoas agora poderão solicitar às empresas e governos uma lista com tudo o que foi coletado por elas a seu respeito. Além disso, será possível a solicitação de correção e exclusão destes dados. Legal, né? Literalmente.
  4. A Venda dos dados: multas que podem chegar a cinquenta milhões de reais poderão ser aplicadas a empresas e governos que venderem dados pessoais, sem a autorização prévia do usuário. E isso vale para o e-mail marketing, inclusive.

➡ Clique aqui para conferir na íntegra a redação final do Projeto de Lei da Câmara nº 53, de 2018.

Para a segurança do seu E-mail Marketing: use opt-in

Quanto ao uso de dados pessoais para o envio de E-mail Marketing, a forma mais segura continua sendo a do bom e renovado Opt-in. A PLC 53, que possui relação muito próxima da GDPR (General Data Protection Regulation), tem por objetivo dar aos brasileiros maior poder de gestão sobre as suas próprias informações pessoais.

E esse é justamente o papel que a autorização para o uso do e-mail para prática de envio de mensagens cumpre, ou melhor, o opt-in, quando o assunto é e-mail marketing.

A diferença agora é que apenas você inserir no seu formulário de cadastro uma frase dizendo que irá utilizar o endereço de e-mail da pessoa para enviar a ela informações de comunicado, promoções e outros tipos, não será o suficiente para que a sua empresa esteja enquadrada na Lei de segurança de dados.

A partir de fevereiro de 2020 será necessário você disponibilizar na íntegra a sua Política de Privacidade e Anti-spam, além de registrar no seu banco de dados as informações de dia, hora e endereço de IP utilizado pela pessoa para que esse cadastro pudesse ter sido feito.

Está gostando? Cadastre-se para receber mais postagens legais como esta!
Receba por e-mail atualizações do blog, novidades e ofertas.

O double opt-in como reforço de segurança para o seu e-mail marketing

Se você ainda não se familiarizou com o termo “double opt-in” no e-mail marketing, a hora é agora.  Como ferramenta de dupla conferência, o double opt-in é muito usado por empresas que praticam o e-mail marketing para confirmar que um endereço de e-mail captado no ambiente digital foi fornecido por livre vontade da pessoa.

Ao confirmar pela segunda vez seu consentimento explícito em fornecer os seus dados pessoais, isso dá para empresa uma garantia maior de registro de informação e argumento, para o caso dessa captação de contato ser questionada no futuro. Quando falamos de um universo de multas que chegam a casa dos R$ 50 milhões, todo cuidado é justificado. Concorda?

Para saber mais sobre a proteção de dados e a segurança do seu e-mail marketing, deixe abaixo seu comentário que os nossos Mestres dos Dados X-mails entrarão em ação para sua proteção.

Fique seguro disso! 😃

Avalie este artigo:
A Segurança de Dados e o E-mail Marketing são problemas nossos
5 (100%) 2 votos

ATUALIZAÇÕES GRÁTIS

Cadastre-se abaixo para receber no seu e-mail artigos legais como este!

Gostou? Compartilhe:

Deixe seu comentário!

Atendimento online