7 Passos para Planejar uma Campanha de E-mail Marketing Eficiente

/, Estratégia/7 Passos para Planejar uma Campanha de E-mail Marketing Eficiente

7 Passos para Planejar uma Campanha de E-mail Marketing Eficiente

Se você tem dificuldades ou deseja criar campanhas de e-mail marketing eficientes, você está no lugar certo.

Hoje, eu vim mostrar 7 passos para você estruturar uma campanha de e-mail marketing que realmente gera resultados, e provar que o e-mail marketing pode ser uma poderosa arma de vendas.

Veja como planejar uma campanha de e-mail marketing eficiente!

1- Tenha uma boa base de contatos

Caso você ainda não possua uma base de contatos, recomendo que confira nosso e-book sobre como captar novos contatos.

Caso você já possua uma base, é fundamental saber a origem dos seus contatos para alcançar bons resultados.

Portanto, comprar listas de contatos está fora de cogitação para seguir as boas práticas do e-mail marketing.

Se você sabe ao certo quem são seus contatos, e mesmo assim deseja criar campanhas de e-mail marketing, fique tranquilo, tenho uma sugestão: faça um checking em sua base de contatos, isso leva pouco tempo e otimiza significativamente a sua lista.

Além de retirar os contatos inexistentes e spam traps da sua base de contatos, com o checking você economiza dinheiro com envios e aumenta a entregabilidade de seus e-mails.

Quer saber mais? Então clique aqui.

2- Criando sua estratégia

Para criar uma campanha de e-mail marketing eficiente, é fundamental definir o seu objetivo, como: vender, oferecer algum material rico, realizar uma pesquisa etc.

Uma boa maneira de aumentar a eficiência da sua campanha é valer-se da estratégia do funil de vendas.

Ele consiste em três fases do seu cliente:

Topo: a pessoa identificou algum problema, mas ainda não sabe como resolver.

Meio: a pessoa está disposta a resolver aquele problema e avaliando quais meios podem ajudar.

Fundo: a pessoa já sabe qual é a solução do problema, e começou a pesquisar em qual empresa comprar.

As chances de você conseguir vender para cada pessoa variam de acordo com a fase em que ela se encontra:

– Limpeza: 10% de chance de vender

– Aquecimento: 50% de chance de vender

– Relacionamento: 100% de chance de vender

Caso sua lista não esteja segmentada por momento de compra, é indicado que você crie uma campanha contendo cada fase do funil.

Portanto, defina quantas mensagens serão necessárias para que o seu público percorra todo o funil de vendas sem nenhuma dúvida.

3- Segmente sua base de contatos

Após identificar a origem da sua base e definir o objetivo da campanha, descubra os desejos do seu público e envie conteúdos relevantes a ele.

São diversas as possibilidades de segmentação, como: apenas clientes, não clientes, pessoas que não compram há muito tempo de você, etc.

Por exemplo:

Você identificou que algumas pessoas se cadastraram em sua loja virtual, mas não realizaram nenhuma compra, então, que tal intensificar as qualidades de sua loja enviando promoções, lançamentos, flexibilidade no pagamento e até um cupom de desconto exclusivo para sua lista de contatos?! 

4- Utilize datas comemorativas a seu favor

Você sabia que criar conteúdos para datas comemorativas tende a gerar mais resultados?

O gigante do e-commerce – Alibaba – bateu recordes em vendas no dia dos solteiros, vendendo impressionantes R$ 158,5 bilhões em 24h.

Mesmo não sendo uma data tipicamente comercial, o argumento de vendas do dia dos solteiros fez com que sua receita subisse significativamente, e isso pode ser aplicado em qualquer data comemorativa do ano.

Pensando nisso, nós da @MediaPost criamos um calendário para campanhas de e-mail marketing para te ajudar, contendo:

  • 22 datas imperdíveis.
  • 49 datas recomendadas. 
  • 12 datas inusitadas.

Assim, você consegue identificar as datas mais oportunas e criar uma campanha de e-mail marketing eficiente.

5- Mantenha um bom relacionamento com o seu cliente

Tenha em mente que ao enviar um e-mail, você está em busca de gerar relacionamento com o seu cliente, e para manter um bom relacionamento, é imprescindível que você se mantenha presente.

Faça envios periodicamente para que a sua audiência não se esqueça da sua empresa.

Mas isso não significa que você deve encher a caixa de entrada da sua base de contatos com seus e-mails, pois além de ser muito chato, as mensagens serão irrelevantes e suas taxas de descadastros subirão significativamente.

O ideal é que você faça testes de envios até identificar os dias e os horários com maior conversão.

6- Assunto

Não basta ter um conteúdo impecável se ninguém o verá, por isso, você deve dar uma atenção especial ao assunto do seu e-mail.

O recomendado é que o assunto contenha até 41 caracteres, para que não haja cortes no texto quando estiver na caixa de entrada do seu contato.

Uma boa maneira de criar assuntos que geram aberturas é fazer o teste A/B, ele funciona da seguinte forma:

  1. Crie dois assuntos. 
  2. Envie o assunto 1 para 10% da sua base de contatos. 
  3. Envie o assunto 2 para 10% da sua base de contatos. 
  4. Analise os dados após 3 horas e veja qual dos assuntos gerou mais abertura. 
  5. Envie o assunto campeão para o restante da base de contatos.

7- Mensure resultados

Após realizar qualquer envio, é fundamental que você mensure os resultados para que a sua estratégia no próximo envio possa ser aprimorada.

Dê uma atenção especial às taxas de entrega, abertura e cliques.

Entregabilidade: a taxa de entregabilidade é importante para você descobrir se sua base de contatos está qualificada; uma entregabilidade abaixo de 97% significa que muitos dos seus contatos não existem ou a reputação do seu remetente está baixa.

Uma maneira de contornar isso é segmentando seus envios apenas para pessoas que estão interagindo com seus e-mails.

Aberturas únicas: se suas taxas forem superiores a 10%, parabéns, é um sinal que seus assuntos estão realmente bons e a tendência é só melhorar; caso seja inferior, recomendo que você mude a abordagem dos assuntos e encurte o tamanho das frases e, é claro, não se esqueça de fazer o teste a/b.

Cliques únicos: cliques abaixo de 8% significam que seus conteúdos não estão sendo relevantes para o seu público, portanto, você deve alterar sua abordagem, até mesmo o incentivo. 

A falta de destaque no CTA também pode ser um motivo do baixo clique, teste CTAs de outras cores e formatos e, se possível, experimente inserir hiperlinks no texto.

Seguindo essas 7 dicas, as chances de você conseguir criar uma campanha de e-mail marketing eficiente são enormes! Se ficou alguma dúvida, fique à vontade para deixar seu comentário que responderei quanto antes.

Sobre o Autor:

Estudante de Publicidade e Propaganda e estagiário de marketing, integra o time de B.I em Sucesso do Cliente e é produtor de conteúdo para e-mail.

Deixar Um Comentário

Atendimento online