Como planejar um bom funil de vendas para email marketing?

//Como planejar um bom funil de vendas para email marketing?

Como planejar um bom funil de vendas para email marketing?

O email marketing não morreu!

É possível, sim, ter performance e bons resultados se souber planejar, criar e gerir suas campanhas. Aquela ideia de que o email marketing não funciona está acabando e o mundo corporativo está, aos poucos, reconhecendo que o e-mail é uma ferramenta com grande potencial de venda e relacionamento.

O segredo para o sucesso está em criar um bom planejamento de email marketing e fisgar o cliente para que ele tome a ação que você quer. 😉

Saiba como criar um funil de vendas para email marketing.

Comece pelo objetivo e pense no público que você quer comunicar, no tipo de conteúdo, na linguagem utilizada e nas etapas do funil de vendas que o cliente percorrerá até chegar ao final para tomar uma ação.

O que é funil de vendas?

Trata-se da trajetória que um usuário comum percorre, até se tornar uma oportunidade. O funil é retratado dessa forma (mais largo no topo e menor no final) porque a atração e entrada de usuários sempre será maior que a conversão.

Vale salientar que ao planejar o conteúdo, uma grande quantidade de pessoas terá contato com ele, porém apenas uma parte bem seleta será, de fato, o público consumidor, que busca por informações diferentes e têm um comportamento online específico. Devido a essa realidade é que existe a necessidade de orientar sua produção de conteúdo em cada parte do funil.

Para ter mais eficácia e diálogo com seus clientes em potencial, trabalhe com artigos, e-books, guias, tutoriais e webinars em campanhas direcionadas.


As fases do funil são:

TOPO: descoberta e interesse

Aqui é a porta de entrada para a experiência do cliente com sua marca, ou seja, o primeiro contato com o seu produto/serviço. Nessa fase, ele descobre um problema e busca meios para resolvê-lo. E você terá que oferecer conteúdos informativos, abrangentes e que gerem valor para o cliente. Uma boa maneira de começar é distribuindo conteúdos de blog posts e newsletter.

Confira esse artigo e saiba por que o funil de vendas é importante:

MEIO: consideração e avaliação

Se no topo, o momento é conscientizar, o meio é a fase de converter o contato, ou seja, assim que ele identifica seu problema e começa a buscar formas de resolvê-lo, essa é sua hora de atacá-lo (no bom sentido) e oferecer conteúdos que respondam aos seus questionamentos e dores. Com isso, blog posts mais extensos e aprofundados em um determinado assunto, newsletters e e-books são uma boa pedida.

Leia este material para aprofundar seus conhecimentos a respeito:

Dica: a partir do meio de funil, é ideal que você concentre os conteúdos da seguinte maneira: 80% no topo e 20% para o meio e fundo.

FUNDO: decisão de compra

Etapa decisiva para a venda, por isso leva tal nome. Nesse momento, você tem a oportunidade de aproximar o cliente, para que ele tome uma ação. Nessa etapa, é recomendado utilizar webinars, vídeos, e-books e cases de sucesso.

Mate a charada! Acesse este material e aprenda a criar ótimas estratégias:

Agora que você já sabe como planejar um bom funil de vendas para email marketing e qual é a sua finalidade, que tal aprender a construir uma lista de e-mail, segmentar e qualificar seus leads, analisar os resultados e planejar os próximos passos com uma boa nutrição?

Baixe este e-book: “Como nutrir leads com email marketing” e explore!

2019-02-22T10:06:47+00:00By |Estratégia|0 Comentários

Sobre o Autor:

Sou publicitária e analista de marketing há 2 anos aqui na @MediaPost, tenho especialidade em marketing de conteúdo e atualmente, estou aprimorando minha escrita para me tornar Copywriter PRO. ♥

Deixar Um Comentário

Atendimento online