SEO estratégico: saiba como aplicá-lo em seus textos

/, Estratégia/SEO estratégico: saiba como aplicá-lo em seus textos

SEO estratégico: saiba como aplicá-lo em seus textos

Muito falado nos meios digitais e usado por especialistas de conteúdo e marketing, o SEO – Search Engine Optimization (Otimização para os Mecanismos de Buscas) tem como objetivo aumentar o tráfego, melhorar o desempenho do site e trazer resultados orgânicos.

Ele refere-se a um conjunto de ações e estratégias de marketing digital e tem um papel fundamental de rankeamento por palavra-chave.

Se manter bem posicionado nos buscadores do Google não é fácil, pois requer boa estratégia e expertise para tal. Não adianta querer estar na primeira, no máximo, na segunda página, se você não fizer corretamente o uso do SEO em seu blog e/ou site.

Existem dois tipos de SEO:

ON page que é relacionado à parte mais técnica de escrita, ou seja:

  • Palavra-chave
  • Intertítulos com HTML correto, cabeçalho, alt tag em imagens, links internos entre posts, atualização de conteúdo e escaneabilidade (parágrafos menores e negritos em frases).

OFF page que tem a ver com recomendação da sua página:

  • Link building
  • Guest Posting (quando você escreve para outro blog)
  • Co-Marketing (parcerias)

O SEO visa 4 funções mecânicas:

  1. palavra-chave;
  2. relevância de conteúdo;
  3. link building;
  4. experiência do usuário.

1 – PALAVRA-CHAVE

Pode ser associada a dois tipos: 1) termo de busca no Google (conhecida pelo usuário)  e 2) índice para o Google encontrar uma página (conhecida pelo produtor de conteúdo).

Onde aplicá-la:

  • No título do conteúdo.
  • Na URL da página.
  • No subtítulo dentro do texto.
  • No corpo do texto (2 ou 3 vezes).
  • Nas imagens (Tag alt).

2 – RELEVÂNCIA DO CONTEÚDO 

Nada mais é que a identificação da semântica do texto, ou seja, a originalidade, o tamanho do material, o tema com base na palavra-chave e a coerência.

 3 – LINK BUILDING

É uma estratégia feita para conseguir com que mais sites e blogs façam referência do seu conteúdo, por meio de hiperlinks. Isso gera autoridade no assunto, então caso você seja de um determinado segmento e alguma empresa do mesmo setor te coloque como referência, isso te dará mais autoridade de mercado.

Existem dois tipos de links:

1⃣ Linkagem interna: são usados em seus posts referenciando os outros conteúdos do seu próprio blog. Trata-se do momento que você utiliza uma determinada palavra no seu conteúdo e linka com algum outro texto que tenha a ver com aquela palavra.

2⃣ Linkagem externa: neste caso, os sites e/ou parceiros referenciam o seu conteúdo na página deles, ou seja, uma determinada marca está tratando do assunto de e-mail marketing no conteúdo dela e cita a @MediaPost como a melhor ferramenta de e-mail marketing para ter mais venda.

4 – EXPERIÊNCIA DO USUÁRIO

Envolve a questão de usabilidade do seu site e facilidade de acesso às informações. Isso tem a ver com o tempo de carregamento da página, o design para facilitar a interação, a adaptação do site no mobile e ao bom nome de domínio.

Como pesquisar palavra-chave?

Existem duas maneiras de pesquisá-las que são:

  • Head tail: palavras mais genéricas e muito utilizadas, por exemplo: marketing, copywriting, email marketing. Estas palavras costumam ter um grande volume de busca e por isso são competitivas. Você pode até utilizá-las desde que tenha em mente que não será tão fácil de alcançar a primeira ou segunda página do Google organicamente.
  • Long tail: palavras mais específicas, por exemplo: o que é marketing, como fazer copywriting, como criar um email marketing. Elas não são tão usadas, por justamente terem uma especificidade maior, com isso, a competitividade é menor e as chances de ter um bom rankeamento são maiores.

Entretanto, vale lembrar que você pode atrelar ambas as palavras-chave para criar o seu conteúdo, desde que saiba usá-las sem exageros ou muitas repetições para não prejudicar seu rankeamento.

O ideal é antes de sair escrevendo desenfreadamente, você pense em sua persona e como ela faz pesquisas, quais assuntos ela costuma buscar e quais são os termos que ela utiliza. Uma dica que eu dou é, utilize a ferramenta de pesquisa paga Sem Rush, ou as gratuitas: Keyword planner, Google Trends e Neilpatel.

Assim, se tornará mais eficaz definir a palavra-chave que irá utilizar em seu texto para atrair essa persona e obter um bom rankeamento orgânico.

Quais são os tipos de definições para os títulos?

Temos o SEO Title que é exibido no buscador do Google e a Title Tag que faz parte do título interno no blog. Esses títulos devem conter entre 55 e 67 caracteres e precisam ter funções de instigar o interesse, gerar dúvidas etc, para fazer com que a pessoa queira clicar. Isso remete muito ao assunto do e-mail que se não for atrativo a pessoa não clica.

Tipos de títulos apropriados:

  • Números e listas
  • Palavras negativas (diferentemente do e-mail marketing, no SEO para blog é possível usá-las como um gatilho mental. Exemplos: “7 dicas de escrita que você ainda NÃO conhece…”, “Você NÃO PODE viver sem estas técnicas de copywriting”, entre outras).
  • Adjetivos chamativos
  • Perguntas
  • Benefícios
  • Senso de urgência
  • Promessa básica

Viu como o SEO não é o limite? Sabendo aplicar corretamente essas técnicas ficará muito mais assertivo alcançar o resultado que almeja. Como material complementar eu sugiro que você também leia: “E-mail marketing e SEO são os canais mais importantes para empresas de e-commerce” e veja que além da estratégia para usar em seu blog, você também pode adotá-la para realizar suas campanhas de e-mail marketing.

Ficou alguma dúvida sobre SEO e como fazê-lo?

Por favor, deixe seu comentário. Ficarei contente se puder ajudá-lo!

Um abraço.

Sobre o Autor:

Sou publicitária e atualmente trabalho com marketing de conteúdo para e-mail marketing. Amo escrever e ler é um dos meus hobbies favoritos. ♥

Deixar Um Comentário

Atendimento online