Presente de Natal? Minha parte em $, por favor!

Em 2012 o e-commerce brasileiro faturou R$ 3,06 bilhões no período de festas (de 15 de Novembro a 24 de Dezembro), segundo dados do e-bit.

Interessante o número? Pois, prepare-se, esse ano a “ceia” promete ser ainda mais farta!  

A Hello Research apresentou uma previsão de aumento para 2013 de 7% nas compras de final de ano, segundo pesquisa conduzida pela empresa.
Mais da metade do crescimento de R$ 252 milhões, 51%, deverá ficar com a categoria de moda e acessórios. Isso significa uma melhora significativa para o segmento.

No último Natal a média de gastos por comprador foi:

  • R$ 1.062,00 (Classe Alta – renda per capita a partir de R$ 1.020,00)
  • R$ 464,00 (Classe Média – renda per capita entre R$ 1.019,00 e R$ 292,00)
  • R$ 288,00 (Classe Baixa – renda per capita abaixo de R$ 291,00)

(fonte: Estudo Data Popular – Dezembro 2012)

Embora a classe média ainda esteja quitando algumas dívidas, isso não será um empecilho para o consumo de presentes de Natal. Este consumidor pretende gastar uma média de 464 reais com presentes, que devem ser destinados para parentes e amigos, mesmo que seja uma ‘lembrancinha’.” (Renato Meirelles, sócio diretor do Data Popular)

Variedade e fartura: receitas para um Natal próspero!

A Data Popular ouviu, em dezembro de 2012, 1.009 pessoas de todos os estados brasileiros e descobriu que os principais presentes da lista de compras de Natal são:

  • 44% – roupas;
  • 30% – brinquedos;
  • 26% – perfumes e cosméticos;

Outros itens como livros, sapato, acessórios e celulares, também fazem parte da lista e podem representar até 20% dos presentes.

Miolo

“C” de Compras

Das intenções de compra desse ano, a classe “C” ficou com o maior aumento: nove pontos percentuais, em relação a 2012. Subindo de 72% para 81%.
A região Nordeste, que pulou de 65% para 76%, destaca-se no crescimento na intenção de gastos com presentes de Natal.

(fonte: Pesquisa Hello Research – 1.200 pessoas entrevistadas – 70 cidades brasileiras)

“D” de Dicas

Não seja mais uma mensagem na caixa de spam. Suas campanhas de email marketing irão, literalmente, concorrer com muitas outras, afinal, é Natal!
Por isso, fique atento aos seguintes detalhes:

Personalize – não tente falar com todo mundo da mesma forma. Pessoas consomem conforme suas preferências, portanto, diferencie suas campanhas: homens, mulheres, crianças, jovens, adultos, velhinhos, cada qual com a sua forma de ler e ser impactado;

Capriche – um design bem feito, com interação, além de cativar o cliente, inspira na hora da decisão da compra. Ouse e se comunique na sintonia do público que quer atingir com seu e-mail marketing;

Diferencie – aquilo que não tem valor é caro. Pense no preço, mas nunca se esqueça de agregar valor ao seu produto/serviço;

Jus à fama.

A previsão de aumento nas vendas começa a contar a partir de 15 de novembro, impulsionada por ações como a Black Friday, marcada para o dia 29/11.
Como a data comemorativa mais lucrativa do ano, o Natal em 2013 não deve decepcionar, mantendo sua posição no topo do e-commerce.

Amor, alegria, saúde, crescimento e aprendizado, são e devem continuar sendo os votos para um Natal maravilhoso, mas até lá: a minha parte em dinheiro, por favor! =)

Avalie este artigo:
Avalie este artigo

ATUALIZAÇÕES GRÁTIS

Cadastre-se abaixo para receber no seu e-mail artigos legais como este!

Gostou? Compartilhe:

Deixe seu comentário!