O ciclo de vida do E-mail Marketing

Conheça e saiba como tirar melhor proveito de cada etapa do ciclo de vida do email marketing.

1 – Aquisição

ciclo-de-vida-aquisicao

Nesta etapa você captura as informações de seus contatos, como, nome, e-mail, telefone etc.

É muito importante que a realização do cadastro seja simples e rápida, caso contrário será uma péssima primeira impressão.

Aconselho solicitar o mínimo de informação possível neste momento. Deixe o cliente entrar em sua lista e nas próximas comunicações você atualiza o cadastro dele. Na maioria dos casos, apenas o e-mail é o suficiente.

DICA: Solicite sempre a confirmação do cadastro. Assim não terá e-mails inválidos em sua lista de contatos.

Após a confirmação, você pode enviá-lo informações de como será a comunicação e dar-lhe a opção de escolher a frequência, dias e horário que prefere receber as mensagens.

2 – Validação

ciclo-de-vida-validacao

Vamos chamar esta etapa de validação do interesse em seus e-mails.

Agora, que já possui o cadastro, você deve iniciar a comunicação com seu contato. Envie uma mensagem de boas vindas, por exemplo.

Não fique muito tempo sem enviar esta mensagem, pois ele pode esquecer que realizou o cadastro em sua empresa.

Lembre-se que muitas pessoas realizam cadastros em diversas empresas diariamente. Comunique-se para não ser esquecido!

DICA: Neste primeiro e-mail você já pode solicitar a atualização do cadastro, caso tenha solicitado apenas o e-mail do contato.

3 – Engajamento

ciclo-de-vida-engajamento

Esta é a etapa mais difícil, pois obter e manter o interesse do contato em sua comunicação é complexo e é neste ponto que muitas empresas perdem seus clientes.

Agora que já validou o interesse do contato em sua comunicação, como definir a frequência,  qual melhor dia e horário enviar seus e-mails e qual é o conteúdo mais relevante para cada contato?

Acertar a mão agora é essencial para manter o interesse do contato. Criar uma campanha viva é importante para tratar cada contato de forma única.

Avalie o máximo de informação possível sobre as interações de seus contatos como:

  • dia e hora de abertura que ele sempre abre
  • tipo de e-mail aberto (newsletter, promoções, eventos etc.)
  • interações (links clicados, tempo de visualização do e-mail etc.)
  • produtos/temas com maior interesse

Use estas informações para segmentar seus leads e criar campanhas focadas no interesse e perfil de cada contato.

Por exemplo, com as interações você conseguirá descobrir qual tipo de produto mais interessa o contato e enviar e-mails com produtos relacionados.

Caso possua apenas um produto ou serviço, você pode identificar qual é o horário de maior abertura.

Além disso, é importante identificar qual tipo de comunicação seu cliente prefere, como, mais textos, mais imagens, títulos e conteúdo em tom descontraído etc.

Você pode segmentar os contatos por tipo de dispositivo que ele abre as mensagens: computador, smartphone, tablet etc. e com isso criar mensagens preparadas para cada tipo de dispositivo.

E se for uma newsletter, é possível acompanhar o tempo de leitura dos e-mails e definir se enviará e-mails com mais, menos texto ou até mesmo sem imagens, já que neste caso o foco é o conteúdo.

Veja que é sempre possível otimizar seus disparos baseados nas interações e interesse de seus contatos. Segmente seus envios e aumente o engajamento de seus contatos.

4 – Reativação

ciclo-de-vida-reativar

Contatos que não interagem com suas mensagens a 3 meses ou a mais de 5 disparos são considerados inativos e este é o momento para tentar atrair a atenção do contato novamente.

Neste momento, você pode enviar e-mails com descontos ou promoções imperdíveis para resgatá-lo, mas lembre-se, todo disparo deve ser baseado no interesse do contato.

Algumas empresas enviam o famoso e-mail: estamos sentindo sua falta.

Eu, particularmente, considero muito interessante este e-mail. Demonstra que a empresa realmente sabe que você não está engajado com os disparos.

Importante: se você já tentou reativar o contato 3 vezes e ele nunca abriu, este é o momento de esquecê-lo. Enviar para usuários inativos reduz a reputação de seu remetente e do servidor de envio.

Em resumo, insistir no envio para contatos que não interagem irá prejudicar todos os seus envios.

Entendeu o ciclo?

Capture o contato, valide-o, conquiste-o e, se for preciso, reconquiste-o.

Abraço e sucesso em suas campanhas!

Avalie este artigo:
O ciclo de vida do E-mail Marketing
5 (100%) 5 votos

ATUALIZAÇÕES GRÁTIS

Cadastre-se abaixo para receber no seu e-mail artigos legais como este!

Gostou? Compartilhe:

Deixe seu comentário!