Email Marketing: por que não perguntar “por que”?

Antes de trabalhar com e-mail marketing, meu ramo era o de restaurantes. Estava habituada a conviver no meio de panelas, xícaras de café, pratos especiais e aquele cheirinho da chapa selando um suculento filé.

Por isso, nem preciso dizer o quão diferente e inusitado foi ingressar no que chamo hoje de: “O Maravilhoso Mundo do E-mail Marketing”.

Imaginem só, eu me senti, logo de cara, um ponto fora da reta.

O quê?! Mailing? Servidores de envio? Browser?

1 ok

AAAAHHHH!!!

Pois foi entre imensos monitores e canecas com logotipos de patrocinadores — que, de uma forma mágica, estavam sempre cheias de café — que conheci seres falando e agindo de uma forma totalmente estranha e incompreensível aos meus sentidos.

Dentre todas as diferenças, a linguagem foi a campeã.

4

Vamos lá. Não me diga que você também nunca foi a uma reunião corporativa na qual tudo o que pôde compreender daquilo que fora discutido foram pronomes:

– “É, realmente, Carlos, a situação exige que elaboremos um repositório na interface da News da aplicação do Marketing do Dashboard dos Softwares de Envio dos APPs e o background do HTML”…

– “Ah, sim, Pedro, era exatamente o que eu iria sugerir”.

O fim do “hum hum” (com cara de conteúdo)

cachurro-hum-hum

Temos o costume de dissertar sobre muitas coisas em nosso dia-a-dia, reutilizando frases prontas e perpetuando os argumentos dos outros. Contudo, nem sempre sabemos exatamente do que estamos falando.

Minha reflexão: por que não perguntar “por que”?

Para compreender e progredir em meu trabalho, eu precisei assumir algo para mim mesma e aprender a dizer uma frase muito embaraçosa perante meus colegas: “Não, eu não sei”.

Abaixo, vocês encontrarão um singelo glossário informal, que fui alimentando com os termos que mais escutei nestes últimos 14 meses. Termos que, até então, eram completamente desconhecidos por mim — e tão familiares àqueles que me rodeavam.

Glossário Informal

glossário

Template de Email Marketing

Peça formada por textos e imagens, construída em uma estrutura conhecida por HTML (linguagem interpretada pelos navegadores). É comum que ele siga a seguinte estrutura:

1- Cabeçalho: logotipo da empresa e informações básicas como telefone e e-mail para contato e/ícones de redes sociais.

2- Rodapé: Nome do profissional que divulga a campanha, informações para contato como telefone, e-mail.

3- Call to action: (botão de interação) – Costumamos vê-los nas mensagens com as frases “clique aqui”, “saiba mais”, “estou interessado”; assim, quando o destinatário clica neste botão, é automaticamente redirecionado para uma página de um site, apresentação em PDF, imagem ou rede social.

HTML no Email Marketing

Estrutura de uma mensagem de e-mail marketing escrita na linguagem que é interpretada pelos navegadores.

Servidores de Email

Trata-se de uma máquina (computador) encarregado de enviar e receber e-mails.

Navegador (Browser)

É um programa de computador utilizado para acessar a internet, como Google Chrome, Internet Explorer, Safari e Mozilla Firefox.

Clientes de Email

Nós os conhecemos muito bem. São eles o Yahoo! Mail, Gmail, Hotmail, Terra, Outlook. Você não precisa ter um programa instalado em seu computador para utilizá-los, basta ter acesso à internet e uma conta cadastrada em algum deles.

URL

Endereço de alguma página da Web que vemos no campo de busca do navegador.

Spam (Email Spam)

Envio indevido de mensagens em massa não solicitadas.

Domínio de Email

É um nome exclusivo de identificação de um site na internet, por exemplo: mediapost.com.br. Um domínio pode ter extensões diferentes, que nos ajudam a identificar de onde eles são. Ex: .br (Brasil) ou .com (endereço comercial).

SEO (Search Engine Optimization)

Conjunto de estratégias adotadas para melhorar o posicionamento de um site perante os mecanismos de busca.

Websites

Conjunto de páginas da web. Normalmente só utilizamos o termo “site”.

ROI (Retorno sobre o investimento)

É uma fórmula matemática básica aplicada para descobrir se o investimento de uma empresa apresenta bons resultados. ROI (%) = Ganho obtido / Quantia investida x 100 %.

Opt-in no Email Marketing

Ocorre quando um contato manifesta interesse em receber mensagens de um remetente cadastrando-se em um site ou confirmando seu e-mail em uma base de contatos.

Opt-out no Email Marketing

Pedido de descadastramento de um contato da base de contatos de uma lista através de um link na mensagem.

Blacklist de Email

Lista de domínios, e-mails e endereços de IP, classificados como spam.

Hardware

É tudo aquilo que é palpável (físico, material) em seu computador. Exemplo: CPU, mouse, teclado, monitor etc.

Software

São os programas virtuais instalados nas máquinas que são executados pelo Hardware, como o Photoshop, Excel, Power Point ou Word.

KPI (Key Performance Indicator)

Indicador de métricas e/ou metas.

5. O despertar do “perguntador”.

despertar

Posso dizer que, no fim das contas, este “intercâmbio” não representou apenas uma mudança de área de trabalho para mim, como também o despertar do meu lado “tradutor”, “perguntador”, que, aliás, tem me trazido muita satisfação.

Primeiro por provocar em mim o desejo de estudar e conhecer coisas novas. Segundo, e mais importante, por me mostrar que, mesmo trabalhando diante de uma máquina o dia inteiro — longe do burburinho delicioso de um salão de restaurante —, os inúmeros e-mails que escrevo são recebidos por uma pessoa, um ser humano, onde quer que ele (a) esteja. E neste caso, foi fácil “re-significar” a palavra realização.

Dúvidas, pergunte-me logo abaixo! =)

Avalie este artigo:
Email Marketing: por que não perguntar “por que”?
5 (100%) 5 votos

ATUALIZAÇÕES GRÁTIS

Cadastre-se abaixo para receber no seu e-mail artigos legais como este!

Gostou? Compartilhe:

Deixe seu comentário!