Descubra 6 desafios da estratégia de e-mail marketing

//Descubra 6 desafios da estratégia de e-mail marketing

Descubra 6 desafios da estratégia de e-mail marketing

Muitas empresas incluem uma estratégia de e-mail marketing em suas ações de relacionamento com o cliente, mas muitas não executam direito e acabam culpando a ferramenta.

O e-mail marketing é uma das estratégias mais tradicionais de marketing digital e uma das mais importantes. Porém, muitas vezes pode não gerar o resultado esperado por uma simples falha de planejamento ou desconhecimento de suas funcionalidades.

Sua empresa pode vender mais e manter um ROI excelente apenas implementando algumas melhorias em suas campanhas de e-mail marketing. Leia este artigo até o final e surpreenda-se com o que o e-mail marketing pode fazer pelo seu negócio.

Por que o e-mail marketing é importante para o marketing?

As empresas que afirmam não terem bons resultados provavelmente não estão fazendo da maneira certa. Enviar um volume grande de mensagens com conteúdo pasteurizado para toda sua base não é a melhor estratégia de e-mail marketing. O motivo do e-mail marketing ter um alto retorno é simples: seu baixo custo de investimento aliado a um grande alcance.

Como ter uma base engajada usando segmentação?

Seus contatos têm preferências individuais. É importante agrupá-los por interesses ao realizar seus disparos. Como fazer isso? Coletando informações sobre eles. É comum separar grupos por gênero, faixa etária e região demográfica, isso é ótimo, mas sua estratégia de e-mail marketing pode ir além disso. Separando-os por seus padrões de compra e jornada dentro do site são algumas opções.

A seguir vamos focar em 6 estratégias para suas ações de e-mail marketing.

1. Envie e-mails personalizados para seus clientes

Seus clientes são pessoas únicas e não querem receber um e-mail genérico. Portanto, envie e-mails exclusivos e pensados nas necessidades individuais de cada um deles.

Depois de segmentar a sua base, você pode criar ações pensadas para cada grupo específico de clientes, com uma comunicação e ofertas adequadas para cada perfil. Por exemplo, para clientes que costumam comprar eletrodomésticos, envie ofertas de batedeiras, liquidificadores e/ou máquinas de lavar.

Também evite enviar ofertas de um produto que ele já comprou, principalmente em um curto espaço de tempo, isso causa uma grande frustração para o cliente que adquiriu o produto por um preço mais alto.

2. Use a gestão da base como estratégia de e-mail marketing

É normal que sua base de e-mails ganhe e perca contatos ao longo do tempo. Estes usuários que deixam de interagir com seus e-mails podem prejudicar toda a sua reputação e, por conta disso, suas entregas tendem a diminuir.

Evite que isso aconteça enviando suas campanhas para contatos engajados, que realmente abrem e clicam nos seus e-mails. Uma lista com muitos contatos, geralmente, obtém menos resultados de conversão e receita do que uma lista menor, porém, engajada. Lembre-se, em uma estratégia de e-mail marketing nem sempre “mais” é sinônimo de melhor.

3. Descubra o melhor horário para enviar seus e-mails

O melhor horário para enviar seus e-mails é relativo. Você precisa entender a rotina do seu cliente e avaliar qual o momento em que ele está mais propenso a abrir seus e-mails. No geral, o “horário nobre” do e-mail marketing ocorre duas vezes ao dia. Primeiro das 6h às 10h e das 16h às 19h.

Mas vale lembrar que o seu público pode ter um comportamento atípico, cabe a você realizar testes de envios em períodos diferenciados, para então encontrar o melhor o horário para sua estratégia de e-mail marketing.

4. Melhore sua taxa de abertura com um bom assunto

O assunto do e-mail é um dos principais fatores que influenciam na taxa de abertura. O assunto precisa estimular o cliente a conferir o conteúdo do e-mail.

Algumas dicas na hora de criar um assunto de e-mail são:

  • personalize utilizando o nome do destinatário;
  • gere curiosidade. Não deixe explícito no assunto o conteúdo do e-mail, faça o cliente querer saber mais abrindo;
  • não esqueça o pre-header. As ferramentas de e-mail marketing disponibilizam essa opção no momento da criação do e-mail.

Um assunto bem-feito é tão importante quanto o conteúdo, afinal, de que adianta um e-mail perfeito que não é aberto?

5. Crie conteúdo relevante para o seu público

O conteúdo do e-mail marketing deve agradar quem recebe e não apenas quem está enviando. Um exercício que deve ser feito na hora de produzir uma campanha adequada com sua estratégia de e-mail marketing é se perguntar: “Se eu recebesse um conteúdo desse tipo, seria útil para mim?”

A empresa precisa divulgar suas promoções, porém, isso deve ser feito de forma coerente e acompanhado de outras informações úteis e relevantes para o seu cliente.

Uma abordagem mais direta ao ponto pode ser feita nos casos em que o seu cliente é um lead ativo que interage frequentemente com seus envios. Esse tipo de cliente tem muito mais chances de comprar o seu produto pois já o conhece.

6. Evite cair no SPAM

Sua empresa deve zelar pela reputação do seu remetente. Isso porque uma vez que seu domínio caia em uma blacklist dificilmente seus clientes receberão seus envios. A prática de SPAM é o envio de mensagens não solicitadas por meios eletrônicos, principalmente e-mails. Os benefícios dessa prática são praticamente nulos e suas desvantagens inúmeras.

Nunca compre listas de e-mails e utilize apenas contatos opt in. Essas são as duas principais formas de evitar cair em uma blacklist. Outras duas dicas muito importantes são uma boa gestão de base, que citamos anteriormente, e seguir as boas práticas de e-mail marketing.

Como escolher uma boa ferramenta para sua estratégia de e-mail marketing?

De todos os tópicos anteriores esse é o mais importante. Gerenciar uma extensa lista de contatos é inviável sem o auxílio de um software de e-mail marketing.  

Existem muitas ferramentas com infinitas possibilidades e isso acaba dificultando a escolha com tantas opções disponíveis no mercado. Nesse momento avalie seu orçamento e sua disponibilidade para trabalhar com e-mail marketing e responda às seguintes perguntas:

  • Qual o objetivo da minha empresa com o e-mail marketing?
  • Quais as funcionalidades fundamentais para atingir o objetivo da minha empresa?

Independentemente da escolha, é muito importante testar a ferramenta para uma melhor avaliação e, assim, checar se os pontos principais da sua estratégia de e-mail marketing são englobados. Além disso, você pode testar, também, a usabilidade da ferramenta em questão.

Gostou do post? Então, comece agora mesmo a criar sua newsletter sem erros: confira nossos modelos, erros e dicas de como criar uma newsletter no e-mail.

2019-02-22T15:34:42+00:00By |Dicas e truques|0 Comentários

Sobre o Autor:

Analista de Sistemas formado pelo ISES, especialista em E-mail Marketing e criação de templates para e-mail. Criador e mantenedor do blog sobre e-mail marketing (www.emailmarketing.eti.br).

Deixar Um Comentário

Atendimento online