08 dicas de um bom planejamento de campanhas

//08 dicas de um bom planejamento de campanhas

08 dicas de um bom planejamento de campanhas

Você já parou para pensar como a COVID-19 acelerou a transformação digital?

O ano de 2020 foi atípico para todos nós, foi marcado por mudanças no estilo de vida, comportamental, tecnológico, nos negócios, na forma de consumo, ou seja, em toda a nossa vida.

As empresas que ainda não estavam no meio digital, foram obrigadas a se reinventar ou fatalmente teriam de fechar suas portas.

A crise ocasionada pela pandemia do Novo Coronavírus potencializou o que muitos já haviam percebido, ou seja, que fazer marketing digital é a forma para qualquer empresa se tornar competitiva.

Uma das principais estratégias do marketing digital é realizar campanhas de e-mail.

Você sabia que 64,7% da população brasileira acessa a internet, sendo que 66,1% utilizam com o intuito de enviar e-mails? Sim, esse dado foi de uma pesquisa realizada pelo IBGE.

Com isso, neste artigo, são apresentadas 08 dicas de como fazer um bom planejamento de campanhas de e-mail marketing:

 

 Conheça seu público

Para construir um relacionamento duradouro, é importante conhecer com quem você esta falando. Definir personas é muito importante no canal do e-mail, pois isso dá o tom a ser utilizado na comunicação.  

Além disso, quando você define a persona, conhece quais são seus desejos, desafios, dores, o que ajuda a desenvolver conteúdos direcionados para cada um, tornando o e-mail humanizado.

 

 Defina objetivos

O seu objetivo é vender, educar, informar, baixar materiais ricos?

Se ainda não definiu o objetivo, antes de planejar as suas ações faça isso, pois eles servem para guiar todas as decisões estratégicas da empresa referentes às campanhas.

 

 Planeje suas ações

Com os objetivos definidos, você conseguirá planejar as ações para conseguir gerar o resultado esperado com as campanhas de e-mail marketing.

 

 Defina a periodicidade dos envios

É preciso avaliar em que momento cada lead está na Jornada de compra para definir a frequência de envio.

Se por um lado, enviar muitos e-mails pode incomodar, por outro lado, enviar poucos pode fazer com que sua marca não seja lembrada. Por isso é importante conhecer o seu público para entender a quantidade de mensagens que deve ser enviada para nutrir seus contatos.

Para manter uma frequência, o ideal é estabelecer um calendário, pois isso aperfeiçoará o relacionamento com o seu público.

 

  Invista em datas comemorativas

Criar conteúdos para datas comemorativas tende a gerar mais resultados.

Em nosso calendário já deixamos selecionadas as datas recomendadas, imperdíveis e inusitadas, veja o que faz sentido para o seu negócio e programe suas campanhas nos diferentes tipos de e-mails apresentados abaixo. 

 

Segmente seus contatos

É muito importante segmentar sua base de contatos, pois ajuda a mensurar o nível de engajamento e, dessa forma, criar ações que ajudem no processo de compra.

São diversas as possibilidades de segmentação, algumas delas são:

  •         Clientes.
  •         Não clientes.
  •         Pessoas que não compram há muito tempo.
  •         Pessoas que já demonstraram interesse por conteúdo, mas nunca compraram.
  •         Pessoas que negociaram e não fecharam.

 

 

Tipos de e-mails

Existem diversos tipos de e-mails e cada público responde de uma forma, segue abaixo algumas opções:

  1.     Newsletter: é um e-mail informativo que tem uma frequência de disparos, abrange diversos assuntos voltados para notícias. Tendo como objetivo principal estabelecer relacionamento com os leads.
  2.     Campanhas promocionais: servem para promover uma oferta, seja de um produto ou de um conteúdo.
  3.       Lifecycle emails: são e-mails para cada estágio do lead na jornada de compra.
  4.     Nutrição: é uma série de e-mails com conteúdos ricos, como o nome diz, o que faz com que o lead trilhe pelo funil de vendas até chegar à posição de compra, e essa estratégia faz parte do Inbound Marketing.
  5.     Automação de marketing: a função dele não é fornecer informação, mas sim a de criar uma régua com diferentes objetivos, seja para aumentar a compra de um cliente ou reativar um cliente que há algum tempo não compra, a ação dependerá da finalidade.
  6.       Atualização de blog: para informar os contatos da base sobre um novo artigo.

 

 

Analise as métricas de resultados

Para que o planejamento das ações seja efetivo, é imprescindível que se façam análises das métricas de suas campanhas, pois são elas que nortearão para os próximos passos, para cada vez mais aprimorar as estratégias e objetivos de suas campanhas.

Algumas métricas que são importantes:

  •         Taxa de abertura.
  •         Taxa de clique.
  •         Taxa de bounce (soft e hard).
  •         Taxa de crescimento da lista.
  •         Taxa de descadastro.

Essa nova era é marcada pela transformação digital, se ainda não utiliza nenhuma das ferramentas de marketing digital, esse é o momento de começar e aplicar as 08 dicas listadas neste post. 

Caso não tenha uma ferramenta para fazer as suas campanhas, experimente a ferramenta da @MediaPost, através da conta teste. 

2021-01-27T13:56:16-03:00By |Estratégia|0 Comentários

Sobre o Autor:

Especialista em vendas há 9 anos e com amplo conhecimento em gestão de novos negócios. Atualmente, é supervisora e seu objetivo é identificar oportunidades de vendas.

Deixar Um Comentário

Atendimento online