Com que Fonte eu vou? A tipografia dos campeões!

Sempre que um convite de casamento chega em casa, é a mesma ladainha:

— Cristo! Com que cor eu vou? — minha namorada começa a arrancar os cabelos.

Em seguida, pode apostar, vêm as especulações:

especulacoes fontes (menor)

O resultado? Um verdadeiro arco-íris a cada celebração matrimonial (o sintoma, pelo visto, é comum a todas as mulheres).

Mas, olha que coisa, no meio desse carnaval de matizes, as meninas de “pretinho básico” são sempre as mais vistosas — pssst! Só não contem pra minha namorada.

BASICAMENTE isso…

basicamente-isso

O básico, prezadas madrinhas casamenteiras, é sempre uma escolha sábia.

Simplesmente porque é clássico. E os clássicos NÃO ERRAM.

Quem nunca visitou, por exemplo, uma residência decorada com artefatos magníficos, porém, digamos, um tanto demasiados? Ou comeu um risoto que mais parecia uma paella?

Percebe aonde quero chegar?

A FONTE de todos os males

a-fonte-de-todos-os-males

Que existem tipografias lindas, sofisticadas e super-supimpas, todo mundo sabe.

Mas será que tais fontes são suficientemente legíveis? Que transmitem uma mensagem imediata? Na maioria dos casos, não.

A premissa de todo texto, esteja ele em campanhas de marketing, no cardápio da padaria da esquina ou em qualquer outro lugar, é transmitir uma mensagem. Sempre.

Portanto, qualquer empecilho — leia-se: rococós, firulas, arabescos… — que a fonte apresente para a leitura, é considerado ruído. Prejudica a comunicação.

Está gostando? Cadastre-se para receber mais postagens legais como esta!
Receba por e-mail atualizações do blog, novidades e ofertas.

E no e-mail marketing?

e-no-email-marketing

Atenção, meu querido, pois quando falamos de tipografia para envios de email marketing, o buraco é mais embaixo. E as restrições, ainda maiores. [D’oh! 🙁 ]

Bem, não é novidade que as campanha de e-mail mais rentáveis são aquelas que recorrem a uma boa combinação entre textos e imagens — O quê? Você ainda envia apenas imagens?! Corrija isso já!

Portanto, para que sua mensagem seja difundida para o maior número de pessoas possível, é fundamental que seu texto seja constituído por fontes básicas, ou seja, aquelas que vêm instaladas, por padrão, na maioria dos computadores.

Isso evita que seu texto se desconfigure no meio do caminho, ok?

=> REGRA: QUER SER LIDO? PRIMEIRO, SEJA VISTO!

Tá, mas quais fontes devo usar?

ta-mas-quais-fontes-eu-devo-usar

Anote aí as fontes que você pode usar nos textos das suas campanhas de e-mail sem que a leitura seja comprometida:

Arial

Clássica. Nada que se diga: “Nossa, que belezura!”, mas cumpre bem seu papel.

Times New Roman

Tradicional, serifada e perfeita para textos elegantes ou conteúdos mais longos.

Tahoma

Uma variação despojada da Arial. Também não é nenhuma beldade tipográfica, mas bastante recomendada para a comunicação informal.

Verdana

Similar à Tahoma, porém, menos compacta. Segue o mesmo estilo descontraído.

Courier New

Simula a tipografia utilizada pelas antigas máquinas de escrever. É um pouco obsoleta e não muito agradável aos olhos.

E por último…

Comic Sans  (argh!)

Por incrível que pareça, uma fonte bastante popular. É arredondada e “tenta” ser amigável — conselho: fuja dela! Está vendo como é feiosinha?

Le FonTIPS: as dicas tipográficas!

dicas-tipograficas

Certo, agora vamos para a parte legal:

DICA 1 – Use fontes serifadas nos textos mais longos. A serifa (aquelas “perninhas” que parecem escapar dos caracteres) favorece a leitura.

DICA 2 – Aplique o negrito apenas nas chamadas, títulos, ou em palavras chave. Nunca em blocos de texto inteiros.

DICA 3 – Alinhe as fileiras de texto. Isso melhora, e muito, a percepção estética da peça.

DICA 4 – Evite textos justificados. Eles “sufocam” o design e costumam esticar algumas linhas de texto (o que não é nada bacana).

DICA 5 – Elimine pontuações excessivas (!!! ou ???). Além de incorreto, tendem a atribuir má classificação para sua mensagem perante os servidores de e-mail.

DICA 6 – Não use blocos de texto demasiadamente largos (maiores do que 500px). Isso torna a leitura cansativa. Prefira colunas mais estreitas e alongadas.

***

Bem, meninos e meninas, por hoje é só.

Até breve!

Ajude-nos a melhorar o blog deixando suas críticas e sugestões abaixo. Teremos prazer em respondê-las.

Avalie este artigo:
Com que Fonte eu vou? A tipografia dos campeões!
5 (100%) 5 votos

ATUALIZAÇÕES GRÁTIS

Cadastre-se abaixo para receber no seu e-mail artigos legais como este!

Gostou? Compartilhe:

2 Comentários

  1. Lea disse:

    Olá, Gian, tudo bem? O que você acha da Helvetica? Faltou mencioná-la. Outra dúvida, dentre as fontes comuns, qual você recomenda usar como fonte padrão para redigir mensagens de e-mail? Desde já, agradeço!

    • Ademir Diniz disse:

      Olá, Lea. Boa tarde.

      A fonte Helvetica não é nativa do Windows, ou seja, não vem instalada por padrão no Windows. Ela é uma fonte muito comum nos sistemas operacionais Mac OS e Linux, por isso, não se deve usar apenas esta fonte na criação de seus e-mails.

      Geralmente, definimos ela como fonte primária e a Arial como secundária, já que a Arial é a versão da Helvetica criada pela Microsoft.

      Ficaria algo assim: font-family: Helvetica, Arial, Sans-serif

      Definindo a fonte da forma acima significa que se deve usar a Helvetica, esta não existindo deve-se usar a Arial, também não existindo ela, usar a fonte Sem Serifa padrão do sistema operacional do usuário.

      Em resumo, você pode usar a Helvetica – inclusive ela é muito linda – mas deve definir uma segunda opção. Um plano B.

      Espero ter tirado sua dúvida.

      Qualquer coisa, nos procure!

      Abraços

Deixe seu comentário!