3 tendências para e-mail marketing em 2018

//3 tendências para e-mail marketing em 2018

3 tendências para e-mail marketing em 2018

Ele venceu por mais um ano! O e-mail marketing despontou em 2017 como canal com o  maior ROI do mercado digital, segundo a Adobe Consumer Email Survey Report. Essa conquista não foi por acaso, em 2017 o Facebook teve sua pior taxa de engajamento da história por conta dos milhares de Ads que assombraram o feed dos usuários e por isso a tendência é que o e-mail marketing em 2018 cresça mais ainda. Mas tem que fazer do jeito certo, ok?

Por conta desse baixo engajamento, o dono da parada toda Mark Zurckerberg, resolveu estipular mudanças para essa mídia em 2018. Algumas já foram reveladas pelo gestor, Adam Mosseri, da News Feed do Facebook.

  • As páginas business perderão seu alcance.
  • O tráfego por referência de páginas comerciais irá cair.
  • O tempo de visualização de vídeos postados em páginas comerciais também diminuirá.

As redes sociais terão cada vez menos força, fazendo com que o conteúdo orgânico e o e-mail ganhem mais espaço de conversão tendo o melhor ROI dentro todos os canais -. Vale lembrar que em 2017, o ecommerce teve um crescimento de 12% sobre 2016, um ticket médio de R$294 e um faturamento de R$59,9 bilhões.

Analisando o cenário, parece que só enviando uma campanha de e-mail marketing que você terá o ROI garantido. Poderia até ser lindo assim, mas não vamos nos esquecer que outras milhões de empresas também estarão disparando seus e-mails comerciais.
Lendo alguns conteúdos de uma agência do Reino Unido , separei para você 3 tendências para o e-mail marketing em 2018. Confira!

1 – E-mails interativos

Permitem a interação do usuário com a interface de e-mail dentro da caixa de entrada, e são adotados por empresas para aumentar o envolvimento e retenção de clientes. A adoção desta técnica ajuda a manter os clientes e a oferecer uma abordagem mais atrativa ao conteúdo.

Os e-mails interativos mantêm a caixa de entrada interessante e única e seus recursos podem incluir:

  • Compartilhamento social: no qual o usuário pode compartilhar os conteúdos em suas plataformas sociais.
  • Gifs, vídeos e animações: em que é possível envolver os usuários, mas às vezes pode levar a experiência inconsistente aos clientes de e-mail (arquivos grandes significam um download mais lento).
  • Banners/carrosséis de rotação: que incentiva a interação com o conteúdo e aumentam as chances de engajamento e conversão positiva.
  • Contagem regressiva: que adicionará um relógio regressivo às vendas e promoções, e alertará o destinatário quanto a urgência para agir. Isto pode contribuir com a audiência para a conversão, ao invés do texto padrão “oferta em breve.


2- E-mail com linguagem informal,  tom de conversa.

A linguagem que você escolheu usar em seus e-mails afeta à maneira na qual seus clientes interagem. Um tom de conversa pode não ser o melhor para usar em todos os setores, mas dá uma interação mais pessoal e genuína entre o cliente e a marca.

Por isso, faça perguntas aos seus usuários, leve-os a pensar e em seguida, dê as respostas que eles precisam, por meio do CTA direcionando-os ao conteúdo que irá ajudá-los ou levá-los a um produto que solucione seu questionamento.

Considerando que uma abordagem mais formal pode ser melhor para os setores B2B, fazer perguntas e iniciar uma conversa com seu público é importante para o engajamento de qualquer forma.

3-  A personalização e a segmentação continuam sendo prioridades.

Mesmo com o passar dos anos, o conteúdo dinâmico continua importante devido à experiência personalizada ao cliente, por causa da comunicação relevante que ele oferece. Isso refere-se ao HTML no seu conteúdo que muda com base no destinatário e anda de mãos dadas com a segmentação (e-mails segmentados por listas/localização). Juntos, eles fornecem ao usuário um email customizado, em que ao criar uma experiência única o usuário se sente valorizado pela empresa.

O modelo de personalização mais básico e normalmente utilizado é aquele que você insere o nome do usuário no e-mail, por exemplo: “Oi, Pedro”, em vez de um “Prezado cliente” ou um simples “Oi”.

Mas isso já não é suficiente, pois você precisa criar envolvimento com os clientes fiéis e inativos, mostrando que se importa, dizer que o conhece, sabe das suas necessidades e  que pode oferecer soluções. O machine learning tem sido o braço direito de muitas campanhas de sucesso e terá muito mais espaço em 2018.

Se destacar no meio de tantos e-mails dentro da caixa de entrada é uma arte que será possível se você utilizar técnicas inovadoras e conhecer o seu cliente. Entenda as suas dores, estabeleça conexões e engaje-o. A tendência para o e-mail marketing neste ano é crescer ainda mais e continuar se destacando como a melhor mídia do mercado digital.  E você, está preparado?

Se você quer converter muito mais por e-mail marketing, conheça o @MediaPost Perfoma, um serviço ideal para você que precisa melhorar seus resultados e não sabe como fazer isso. Com este serviço, você contará com um especialista em e-mail marketing que fará tudo para você e vai garantir seus resultados.

Restou alguma dúvida sobre as tendências para e-mail marketing em 2018? Deixe suas perguntas aqui nos comentários!  Abraços.

2019-02-15T12:01:32+00:00By |Novidades|0 Comentários

Sobre o Autor:

Analista de Sistemas formado pelo ISES, especialista em E-mail Marketing e criação de templates para e-mail. Criador e mantenedor do blog sobre e-mail marketing (www.emailmarketing.eti.br).

Deixar Um Comentário

Atendimento online