Publicidade on-line supera a impressa

Publicidade on-line supera a impressa

Este ano, pela primeira vez, anunciantes nos Estados Unidos terão investido mais em anúncios de internet do que em publicidade em jornais impressos e on-line juntos, segundo novas estimativas da eMarketer.

A firma de pesquisa afirma que os gastos com anúncios de internet no país chegaram a US$ 25,8 bilhões, pouco acima dos US$ 25,7 gastos com publicidade em jornais.

A mudança tem estado no horizonte há anos, à medida que os consumidores americanos foram migrande em massa para a internet, onde há muito mais opções de noticiário e onde editoras de jornais não podem cobrar tanto pelo espaço publicitário quanto cobram no impresso. Então, muito embora a audiência total para vários jornais tenha crescido, eles não têm conseguido impedir queda na receita.

“É algo que há muito tempo a gente vê se aproximar, mais este é um momento de virada”, diz Geoff Ramsey, presidente da eMarketer.

Não é só que jornais estejam enfrentando concorrência mais forte da web. Conclusões recentemente divulgadas pela Forrester Research mostram que consumidores americanos, em média, hoje gastam tanto tempo on-line quanto assistindo televisão. Mas eles não estão passando menos tempo em frente à TV. O que estão fazendo menos é ouvir rádio e ler jornais e revistas pelos meios tradicionais, segundo a Forrester, optando por fazer isso via internet.

Enquanto o total de gastos publicitários nos EUA deva subir 3% este ano, para US$ 168,5 bilhões, de acordo com previsões, edições impressas não terão parte na recuperação, segundo a eMarketer. A firma estima que gastos com anúncios impressos em jornais vão cair 8,2% em 2010, para US$ 22,8 bilhões, com outra queda, de 6%, em 2011.

Fonte: The Wall Street Journal

Avalie este artigo:
Avalie este artigo

ATUALIZAÇÕES GRÁTIS

Cadastre-se abaixo para receber no seu e-mail artigos legais como este!

Gostou? Compartilhe:

Deixe seu comentário!