ABEMD lança Indicadores de E-mail Marketing

ABEMD lança Indicadores de E-mail Marketing

A Associação Brasileira de Marketing Direto (ABEMD) lança a primeira edição do estudo Indicadores ABEMD de E-mail Marketing, inédito no Brasil, realizado pela Simonsen Associados com apoio tecnológico da Frontier. O levantamento apurou que 78% das empresas entrevistadas utilizam o e-mail marketing e que a maioria delas, cerca de 45%, investe até 10% do seu budget de Marketing Direto no canal. Para 50% da amostra, o e-mail é o responsável por trazer até 10% da receita total.

O estudo aponta também que o número de campanhas é expressivo. Cerca de 29% dos entrevistados, por exemplo, fazem de 10 a 50 campanhas mensais. Outro dado interessante é o número médio mensal de e-mails enviados, sendo que mais de 14% enviam mais de 1 milhão de e-mails marketing e outros 17% entre 500 mil a 1 milhão.

“O crescimento do uso das mídias online é nítido, na busca das empresas pelo diálogo com seus prospects e consumidores. E o e-mail marketing tem se mostrado indispensável, inclusive para as mídias sociais, pois é a cola de todo o fluxo de informações e relacionamento. Acompanhamos esta evolução no estudo anual Indicadores ABEMD* e, motivados por ele, desenvolvemos uma versão específica para analisarmos o mercado de e-mail marketing. Os Indicadores ABEMD de E-mail Marketing são um estudo importante para as empresas do segmento, que agora têm dados para reflexão e posicionamento no mercado”, explica Efraim Kapulski, presidente da ABEMD.

Outro aspecto a ser notado no levantamento é a freqüência no envio de mensagens. Cerca de 48% dos entrevistados fazem envios mensais de ações de relacionamento por e-mail.

“Este estudo consolida a ideia que já tínhamos da grande importância do e-mail marketing na comunicação e marketing das empresas, seja ele utilizado para relacionamento, vendas ou promoção”, diz Antonio Cordeiro, presidente da Simonsen.

Avalie este artigo:
Avalie este artigo

ATUALIZAÇÕES GRÁTIS

Cadastre-se abaixo para receber no seu e-mail artigos legais como este!

Gostou? Compartilhe:

Deixe seu comentário!